quarta-feira, 21 de abril de 2010


Por tuas mãos ateio o céu


E roubo estrelas amarelas


Tudo está escrito


Em papel renovável


Marcado com tuas digitais


Eu cego caminho seguro 


Paralelos caminhos


O chão agora palmilhado


Por nossos rastros


Deixam para trás


Saudades de amores triviais


Que encheram nossos dias


E por tuas mãos


Guio-me


E roubo a lua em quarto crescente


E te presenteio com beijos baratos


Ternamente vulgar


Arremato meu sexo com teus dedos


E tuas mãos


Conduzem-me para horas de pecados novos.


Por tuas mãos...




3 comentários:

Rosana Barros disse...

Uffa. mais um post novo e como sempre carregado de belezas.

Vanusa Babaçu disse...

Rosana linda.... gracias!!!

João Henrique Salles disse...

Guiado pelas tuas mãos eu também roubaria as estrelas do céu ou acenderia todos os fogos do inferno!!! Sem medo.

Lindo e merecedor de publicação gráfica pra alcançar outros publícos.

Beijos iluminados pela linda lua de hoje.