segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Replantar

Retorno á minha toca, minha morada, meu lar doce lar de “babaçu” e encontro não para minha surpresa tudo como eu havia deixado em tempos pretéritos recentes. O feriado de fim e começo de ano. Momento que  afastei -me para abastecer-me de boas energias (concordei em buscar essa dose de paz ao ver e admirar com muito gosto o mar e sua grandeza). Na minha chegada olhei as mesmas coisas, objetos expostos nos mesmo lugares na sala grande, ou os cremes por cima da pia do banheiro em desordem.  Entretanto, avistei ali um novo cenário, o que me fez observar o ambiente dessa forma? Acredito que acordei diferente, para esse novo dia. Desigualmente de Cairo, que experimentou esse episódio por decisão própria. “Hoje eu decidi dormir diferente. Desisti de me viciar em antigas lembranças, arranquei pequenos cânceres e plantei novas plantas em meu jardim. A mudança é difícil, mas necessária”Cairo Morais. No entanto, eu não decidi nada, tudo aconteceu de forma cômoda, sem nada esboçado. Mudanças ocorrem, inclusive sem empenhos próprios. Difíceis às vezes, outras nem tanto. Na manhã de sol claro, capinei as velhas plantas do meu jardim de vasos suspenso de minha pequena babilônia. Recolhi as folhas secas, nos vasos que continham as lembranças, permaneci com as boas, as que se assimilavam aos canceres já citados por Cairo, adotei o mote bíblico e os cortei-os ao tronco sem nem uma dose de piedade, de certo jamais iriam produzir flores ou frutos. Creio inclusive, que lembranças não foram feitas para serem plantadas no nosso ser, por tempo indefinido. Devem ficar somente quando isso te regozijar. Para o meu velho novo jardim, devo ter o cuidado de um jardineiro fiel, regarei e cultivarei com bel-prazer. Objetivando que os vasos das boas lembranças preponderem-se às demais emoções. E... Para o minha próxima estação que contabilize um dia, um mês, ou quem sabe o próximo fim de ano. Mas que se organize, sem receio, tempos de novas e imprescindíveis podas para a sobrevivência do melhor em mim.  

2 comentários:

Wellem disse...

a renovação,e a poda. Inprescindíveis necssidades. Assim na nossa vida também. Processo de crescimento.

Entre cliques... disse...

LINDO COMO SEMPRE... SEGUE A GENTE TAMBÉM PROF....